+55 (31) 2555-1040

Instagram Shopping: recurso que permite marcar produtos diretamente nas fotos é lançado no Brasil

Instagram

Publicado em 21 de março de 2018



Da mesma forma como adicionamos “tags” com os perfis de amigos sobre a foto, agora as empresas podem colocar balõezinhos que levam o usuário até a página de um produto.

No ano passado, o Instagram lançou nos Estados Unidos uma ferramenta que dava à empresas a possibilidade de adicionarem links para produtos ou serviços em suas publicações na rede social.

Agora, o aplicativo anunciou que a novidade também está disponível em outros 8 países: Brasil, Reino Unido, França, Itália, Alemanha, Austrália, Canadá e Espanha.

Por meio de ferramentas como a marcação de produtos e de uma aba chamada “Comprar” no perfil, a ideia é que descobrir e adquirir produtos no Instagram se torne mais fácil.

Imagine um ecommerce de roupas, por exemplo, que posta a foto de um modelo vestindo uma calça e uma blusa da marca. Da mesma forma como adicionamos “tags” com os perfis de amigos sobre a foto, essa empresa poderia colocar balõezinhos que levam o usuário até a página de compra desses produtos.

Assim, para empresas, marcar um produto torna-se tão simples quanto marcar uma pessoa em um post. E, para compradores, evita que necessitem perguntar o nome e o preço de um item, fazendo com que tenham acesso fácil a mais informações.

“Agora as pessoas podem ir da inspiração à informação e comprar com apenas alguns toques, tudo isso de forma orgânica”, diz o texto publicado no blog oficial do Instagram.

Veja como a ferramenta funciona com mais detalhes abaixo:

instagram shopping

Compras mais simples

De acordo com o Instagram, já são 200 milhões de contas visitando todos os dias um ou mais perfis de empresas.

“Sabemos que o Instagram é um lugar ótimo para descobrir e compartilhar paixões e, com a novidade, esse senso de descoberta vai ainda mais longe, dando às pessoas uma vitrine para explorarem novos produtos das marcas que seguem”, diz o texto.

No comunicado, o Instagram usou o exemplo da loja de roupas norte-americana Lulus, que tem usado essa ferramenta desde que estava em fase de testes. A vice-presidente de marketing da empresa, Noelle Sadler, contou ao Instagram que o negócio tem visto crescimento durante a experiência.

Vimos que, à medida que os usuários se acostumaram a ver os anúncios, eles se tornaram mais inclinados a comprar na rede social. Experimentamos novas formas de inspirar os seguidores a comprarem, desde criar visuais únicos em que cada item está disponível para compra até mostrar conteúdos gerados pelo usuário e dar aos clientes ideias “vida real” de como podem usar os itens que comprarem da Lulus.

A profissional informou que, desde a adoção, 100 mil visitas aos produtos e 1200 pedidos feitos para a loja são creditados ao Instagram.

O que muda para quem faz marketing no Instagram

Um ponto destacado pelo Instagram é a facilidade para o usuário. De fato, essa novidade descomplica muito o processo de compra, principalmente para empresas com vendas mais simples, como é o caso de ecommerces de roupas, sapatos e eletrônicos.

A novidade também dá margem para que o trabalho do social media seja menos o de responder comentários e mensagens privadas com dúvidas sobre preços e tamanhos, focando em questões mais complexas, na análise e na estratégia das redes sociais.

Já falamos em alguns posts e materiais da RD sobre como o Instagram tem crescido em número de usuários, e essa é mais uma oportunidade de empresas aproveitarem esse canal para fazerem negócios. É a segunda rede social mais usada no Brasil.

“Desde marcas maiores até pequenos negócios, mais e mais empresas estão usando a ferramenta shopping on Instagram para se conectarem com consumidores de uma maneira nova e imersiva, tornando o ato de comprar menos transacional e mais acionável”, conclui o texto.

Como começar a usar

A ferramenta já está disponível, além dos Estados Unidos, em países como Brasil, Alemanha e Inglaterra, como dissemos no início do post.

Para quem deseja começar, antes de tudo é preciso ter uma conta de negócios no Instagram. A empresa criou uma página para dar orientações e tirar dúvidas sobre a nova ferramenta. Clique aqui e descubra.

Fonte: Resultados Digitais 
Este conteúdo não é de responsabilidade da Edeal Comunicação Digital.

Vamos conversar?


Voltar para todas as postagens