+55 (31) 2555-1040

Marketing Terceirizado – Artigo publicado no jornal Estado de Minas

marketing-terceirizado

Publicado em 16 de dezembro de 2014



Post Blog

Matéria publicada no jornal Estado de Minas

O bom relacionamento com clientes é um dos principais pilares que a empresa precisa desenvolver para garantir a alta dos negócios, e não há como falar desse contato sem lembrar do marketing. O serviço produzido normalmente por publicitários, vai além das estratégias de anúncio. Estudo de mercado, assistência e venda são alguns dos inúmeros procedimentos que um profissional pode desenvolver e, por conta dessa abrangência de setores, terceirizar esse trabalho pode ser uma alternativa para as empresas.  Além de otimizar e simplificar o trabalho, o gestor não precisa se preocupar com os gastos expressivos na qualificação dos funcionários para atender as prioridades da companhia.

Para o publicitário Fábio Esquárcio, CEO da Edeal Comunicação Digital, o mundo está focado nos meios digitais e o gestor precisa pensar em voltar para o trabalho e para a demanda dos séculos 21. Então, terceirizar o marketing, principalmente com o segmento on-line, é fundamental para o crescimento da empresa. “Quando esse serviço é interno, a corporação precisa investir no profissional especializado e na estrutura específica para que a produção ocorra. O meio cibernético requer conhecimento em vários programas, não é apenas saber criar páginas no Facebook. Pagar uma empresa especializada para fazer esse serviço é diminuir uma preocupação”, destaca.

A terceirização do Marketing como alternativa…

Atualmente, muitos gestores e empresários dão prioridade a vários setores de uma organização, deixando que pendências burocráticas como a contabilidade, atendimento ao cliente, gerenciamento de funcionários, entre outras demandas, tomem todo o seu tempo. Dessa forma, acabam se esquecendo de um dos principais pilares de sustentação do negócio: o Marketing.

Visando sempre manter o fluxo de receita da empresa, é com o marketing que as ações estratégicas são criadas, garantindo então, que ela se mantenha durante os próximos anos.

Por mais clichê que seja a frase, “a propaganda é a alma do negócio”, ela tem todo o mérito em ser usada.  Quando falamos em propaganda, não falamos apenas na veiculação de comerciais em rádio, TV, jornais e outras mídias, mas sim, no fortalecimento da imagem e na identidade exclusiva da marca, o que afeta diretamente na fidelização dos seus clientes.  Sabemos que com a grande homogeneização existente entre produtos e serviços, a construção de uma imagem forte e bem posicionada na mente dos consumidores é fundamental para o sucesso de qualquer instituição.

A chegada de novas tecnologias na história da humanidade, levou a uma mudança na sociedade, proporcionando novas dinâmicas no comportamento e cultura das pessoas. Devido a isso, os materiais em uma campanha de marketing começam a ter um peso diferente, passando a ser cada vez mais estratégicos e tecnológicos. A ampliação contínua dessas tecnologias e da internet passa a exigir das empresas uma ampla e eficaz expressão mercadológica, o que gera grandes novas responsabilidades.

Uma boa alternativa é optar pela terceirização do marketing empresarial. Ao realizar essa escolha, você não está abrindo mão de uma equipe interna de funcionários, mas sim buscando potencializar o desempenho de um setor que possui demandas que exigem um nível técnico e estratégico muito específico.

Muitas são as organizações que optam por terceirizar serviços, indo desde o setor de limpeza até o de Recursos Humanos, pois sabem como é mais vantajoso uma mão de obra qualificada para determinado trabalho. No marketing não é diferente, ao traçar estratégias e gerenciá-las para uma organização, é fundamental ter profissionalismo e conhecimento sobre o assunto.

A terceirização permite que você tenha uma variedade de serviços especializados disponíveis, trabalhando com diversos canais sem sobrecarregar sua equipe, ao mesmo tempo, proporcionando que o gestor possa dar atenção a outros setores emergentes da organização.

(Com informações do Jornal Estado de Minas)

Vamos conversar?


Voltar para todas as postagens