+55 (31) 2555-1040

O que é Marketing Holístico, seus 4 pilares, vantagens e como aplicar

imagem 1 post edeal

Publicado em 24 de março de 2018



Marketing holístico.

Sobre o que será que estamos falando?

É possível que você nunca tenha ouvido falar a respeito, já que o conceito integra uma das novas abordagens no universo do marketing e dos negócios.

Mas não deixe um aparente estranhamento lhe enganar.

Como toda estratégia mercadológica, o marketing holístico pode ser a solução perfeita em situações específicas.

Ou seja, estamos falando da campanha certa para o alvo exato no momento preciso.

Só que isso é só o começo.

O grande diferencial para os outros tipos de marketing está nos seus objetivos e, principalmente, na forma como eles são alcançados.

As ações são conduzidas de maneira integrada, com o envolvimento total de todo um negócio e não apenas das equipes diretamente responsáveis pelas campanhas.

As empresas que utilizam o marketing holístico e suas partes são consideradas como uma entidade interligada, na qual todas as atividades são direcionadas para um objetivo específico.

O termo se originou como uma resposta às mudanças que vêm ocorrendo no atual ambiente mercadológico.

“Holístico” é palavra de origem grega que remete a uma ideologia que considera o inteiro como algo maior do que a soma de suas partes individuais.

Já dá para ter uma ideia melhor sobre o que estamos falando, não é mesmo?

Mas ao avançar na leitura, você vai descobrir uma clara relação entre marketing holístico e valor para o cliente.

É aí que seu negócio pode colher resultados melhores.

Então, quer usar as dimensões do marketing holístico a seu favor?

Acompanhe o artigo, saiba mais sobre o conceito, sua aplicação, veja dicas, vantagens e um exemplo prático de marketing holístico.

Boa leitura!

O que é marketing?

Marketing é um conjunto de ações e estratégias devidamente planejadas para atuar sobre um determinado nicho.

Seu foco é garantir que um produto ou mesmo um serviço alcance o público-alvo previamente definido.

Assim, além de atingir um perfil de cliente com real ou potencial interesse pelo que oferece, o marketing possibilita que as ações aconteçam no momento mais propício para gerar as conversões desejadas.

E isso eleva as chances de chegar aos objetivos e metas estabelecidos, que podem variar entre vendas, imagem da marca, reputação, credibilidade, autoridade, entre outros.

O que é marketing holístico?

marketing holístico é uma filosofia que considera os negócios e todas as suas partes como uma única entidade.

Assim, dá um propósito compartilhado a todas as pessoas e atividades relacionadas a esse negócio.

Para entender melhor o conceito, podemos traçar uma comparação.

Um negócio, assim como o corpo humano, tem partes diferentes, mas só é capaz de funcionar de maneira correta quando todas essas partes trabalham juntas em direção a um mesmo objetivo.

O conceito de marketing holístico, então, reforça essa interrelação.

Quem o adota em suas estratégias acredita que uma perspectiva ampla e integrada é essencial para obter melhores resultados.

Dessa forma, mesmo que um negócio seja feito de vários departamentos, eles devem se unir para projetar uma imagem positiva e unificada na mente dos clientes.

Como consequência, assegurar que o cliente desperte o interesse pelas soluções que oferece, encaminhando-o para a compra do seu produto ou serviço – e não da concorrência.

Os 4 pilares do marketing holístico

Como já dito, o marketing holístico pode ser resumido em estratégias de marketing destinadas a comercializar a marca para todas as pessoas relacionadas a ela, sejam os próprios funcionários, como também os clientes existentes ou até mesmo os potenciais clientes.

Além disso, ele deve comunicar a marca de forma unificada, tendo em mente a responsabilidade social do negócio.

Para dar conta do recado, o marketing holístico integra outros quatro tipos de marketing, que são a base principal dessa filosofia.

Vamos explicar melhor cada um deles para você ter uma noção de como cada parte é essencial para o processo como um todo.

Confira!

Marketing integrado

O marketing integrado é uma abordagem que busca criar uma experiência unificada e perfeita para o consumidor interagir com a marca.

Isso significa que toda a comunicação (seja publicidade, promoção de vendas, marketing digital, relações públicas ou outra) é proposta e direcionada de tal forma que estimula todos a trabalharem juntos como uma força tarefa.

Como consequência, isso torna a imagem da marca muito mais forte e consistente.

Quer um exemplo de como a integração está presente no marketing holístico?

Vamos considerar a Apple.

A sua estratégia de publicidade da marca da maçã é simples: mostrar um produto elegante e moderno que funciona de forma mais rápida e inteligente.

E também fazer isso de uma maneira que os concorrentes nunca pensaram ser possível fazer.

Essa estratégia “sem truques” é realizada em todos os aspectos da marca.

Seus produtos são embalados em caixas brancas e nítidas, com quase nenhum texto.

Mas a leveza da comunicação vai além.

Suas lojas são limpas e minimalistas, com produtos em exibição para uso intuitivo.

Ao apresentar suas criações com viés de elite e futurista, a Apple pode cobrar preços acima da concorrência e, ainda assim, dominar esse nicho de mercado.

Esse estilo de marketing está se tornando cada vez mais importante, porque a fragmentação e a exposição da mídia começaram a dessensibilizar os consumidores.

Não é um movimento difícil de compreender.

Todos os dias, eles são atingidos por uma grande quantidade de propagandas que apenas as marcas mais integradas e consistentes se destacam como memoráveis.

Por isso, sua equipe de marketing deve trabalhar nos bastidores para criar uma voz convincente para sua marca e incorporá-la adequadamente em todos os aspectos da personalidade dela.

E isso vai desde a publicidade até a presença física e ao serviço ao cliente.

Além disso, sua equipe precisa garantir que os 4Ps do mix de marketing (Produto, Preço, Praça e Promoção) estejam sincronizados.

Caso contrário, passar ao público-alvo uma mensagem unificada poderá ser um desafio difícil de ser vencido.

Marketing de relacionamento

O objetivo do marketing de relacionamento, dentro da filosofia do marketing holístico, está centrado na geração de vínculo e no envolvimento a longo prazo da marca com o cliente.

Isso ganha força ao invés de metas de curto prazo, como seria a aquisição de clientes e mesmo as vendas individuais.

Por isso, a estratégia se concentra na segmentação das ações de marketing em clientes já existentes, de maneira a criar conexões emocionais fortes e duradouras.

Quando tais conexões são alcançadas, isso aumenta ainda mais as chances de um cliente realizar novas compras, de conseguir bons resultados no chamado marketing boca-a-boca e de gerar mais leads.

Na teoria, tudo muito bonito.

Mas e na prática?

Para que a sua estratégia seja bem-sucedida, é preciso conhecer algumas das melhores práticas de marketing de relacionamento.

Confira:

Marketing de performance

Ao folhear uma revista, você destina o tempo necessário para ler cada anúncio ou presta atenção apenas nos mais atraentes?

Muito possivelmente, fica na segunda opção, certo?

Ao realizar um anúncio em uma revista com um grande público, uma empresa acaba pagando um preço alto por essa audiência e, mesmo assim, muitos leitores podem acabar não notando a publicidade nela.

É o típico caso em que o investimento pode não compensar.

Em vez de pagar por um anúncio de revista sem qualquer indicação de seu desempenho, mais empresas estão procurando alternativas mais baratas e assertivas.

Nesse contexto, o marketing de performance casa perfeitamente com o processo, pois é um método de publicidade paga, não por um preço fixo como nas mídias tradicionais, mas com um preço variável que depende do desempenho do anúncio.

Por exemplo, o custo de um anúncio pode basear-se em:

Como dá para perceber, o marketing de performance só reforça ainda mais a importância do marketing digital para qualquer que seja a estratégia atual.

Ele acaba conduzindo ao aumento da receita de forma holística, reduzindo os custos e elevando as vendas.

Como isso?

Mensurar os resultados e analisar o Retorno sobre Investimento (ROI) fica muito mais fácil.

Marketing interno

Existem dois tipos de clientes para cada empresa: internos (colaboradores) e externos (cliente final).

Embora o foco em clientes externos deve ser uma prioridade máxima para todas as empresas, os internos não devem ser deixados de lado jamais.

Não é difícil de entender o porquê.

Afinal, eles desempenham um papel vital na comercialização da marca e dos produtos para os clientes externos do negócio.

São, essencialmente, sempre os primeiros clientes de um negócio.

Pois o marketing interno busca tratar os colaboradores e as equipes como clientes internos que devem estar convencidos da visão da sua empresa.

E isso deve ocorrer da mesma forma que acontece com os clientes externos.

Também envolve processos que os fazem entender seu papel dentro da empresa e a sua importância para o bom funcionamento da mesma.

Combina com aquelas palavrinhas mágicas sobre as quais já falamos bastante: integração e envolvimento.

Além disso, o marketing interno se baseia na ideia de que as atitudes dos clientes em relação a uma empresa são baseadas em toda a experiência que eles tiveram com ela – e não apenas na sua experiência com os produtos ou serviços consumidos.

Sempre que um cliente interage com um colaborador, isso afeta sua satisfação geral.

Todo mundo, de um funcionário de vendas para um especialista em suporte técnico, ajuda a moldar a experiência desse cliente.

Se o atendimento for ruim, por exemplo, todo o esforço anterior pode ser desperdiçado.

Portanto, a satisfação do cliente é profundamente dependente do desempenho da equipe de uma empresa.

Vantagens do marketing holístico

Como você deve ter notado, o marketing holístico é uma abordagem eficiente e completa que pode ajudar não apenas a aumentar as vendas, como também melhorar os processos internos e a própria interação com a audiência.

Além disso, existem outros benefícios proporcionados por esse método.

Vamos conhecer mais sobre eles?

Integração

Como já dito acima, um dos objetivos do marketing holístico é fazer com que todos os departamentos da empresa se comuniquem e trabalhem de forma integrada para otimizar os resultados e a qualidade do trabalho.

Não esqueça disso ao propor suas estratégias.

Diferencial

O marketing holístico pode oferecer uma boa vantagem competitiva em relação aos demais.

Isso ocorre pois consegue chamar a atenção do seu público e mostrar que você também se preocupa com a sociedade.

Além disso, é um claro sinal de que a sua marca pode desempenhar um importante papel e fazer a diferença na vida das pessoas.

Resultados

Por fim, mas não menos importante, o marketing holístico possibilita uma ampla gama de resultados positivos.

Isso aparece tanto na qualidade do trabalho, com um ambiente de trabalho mais amistoso e valorizado para os colaboradores, quanto em um relacionamento mais próximo com o cliente.

São vantagens importantes, que toda marca deve considerar ao moldar a sua estratégia de marketing.

Principais práticas de marketing holístico

Para falar de como o marketing holístico se comporta na prática, vamos começar do início.

Uma empresa tem diferentes departamentos, como vendas, marketing, contabilidade e finanças, desenvolvimento de produtos e, finalmente, RH e operacional, certo?

Assim, se você quiser implementar um conceito de marketing holístico no seu negócio, precisa garantir que departamentos como o de desenvolvimento do produto recebam feedback do marketing e das vendas para lançar o item com maiores chances de atrair clientes.

Por outro lado, eles precisam trabalhar em estreita colaboração com a contabilidade e finanças para descobrir o orçamento exato para o projeto.

As vendas e o marketing também devem comunicar ao departamento de Recursos Humanos sobre o tipo certo de colaboradores que precisam para melhores resultados.

Finalmente, o administrador e o nível operacional necessitam elaborar um plano para reter esses talentos.

Observe como tudo está interligado.

E também como um setor da empresa depende do outro.

Lembrou-se daquela antiga metáfora sobre as engrenagens que, individualmente, fazem diferença para o funcionamento perfeito de uma máquina?

É exatamente por aí.

Dessa forma, você obtém o produto certo a um preço certo com os lucros certos.

Além disso, atrai as pessoas certas, que irão comercializar o seu produto ou serviço da maneira certa.

Se você cuidar de todos esses detalhes, as chances de você conquistar o cliente que precisa é muito mais alta.

Essa é a essência completa do conceito de marketing holístico.

Ao fazer tudo “como manda a cartilha” enquanto empresa, o seu produto e sua marca têm uma chance muito maior de serem bem-sucedidos.

Isso na comparação a um cenário no qual esses departamentos trabalhem individualmente e sem qualquer visão holística.

Por que fazer marketing holístico

Vale lembrar que a mentalidade e o comportamento do consumidor estão mudando.

Hoje, as compras são feitas após muita reflexão, pesquisa de preços e condições, entre outros fatores.

Os clientes vão a campo, literalmente.

Eles fazem pesquisas tanto offline quanto online para o achar o produto certo.

Assim, têm um bom conhecimento do produto antes de comprar.

É provável que o cliente já tenha até feito a decisão de compra antes mesmo de entrar na sua loja.

Dessa forma, fica claro que o conceito de marketing holístico se mostra necessário nesses momentos para garantir que o cliente escolha seu produto sobre todos os outros.

Além disso, a comunicação feita pelo marketing é um dos principais fatores dessa metodologia.

Sua função é enviar a mensagem certa para o público-alvo previamente definido.

Ao abordar vários pontos de contato do cliente, uma mensagem uniforme e estratégica pode ser enviada a ele.

Uma mensagem consistente tem mais chances de aumentar a confiança no cliente com a sua empresa, melhorando assim a imagem da marca.

Conclusão

O marketing holístico se mostra como uma prática capaz de ajudar o crescimento da organização com a comercialização correta do produto.

Com o aumento da concorrência e devido a consumidores cada vez mais exigentes, convencê-los de que seu produto ou serviço oferece a melhor solução tem se tornado um processo muito mais complexo.

Difícil, mas não impossível.

É preciso implementar o marketing holístico de forma adequada para que as decisões sejam tomadas pelos clientes a seu favor.

Por: Hugo Rocha – Klickpages
Este conteúdo não é de responsabilidade da Edeal Comunicação Digital

Vamos conversar?


Voltar para todas as postagens