+55 (31) 2555-1040

SEO para Landing Pages: dicas e exemplos de otimização

SEO - Edeal Comunicação Digital

Publicado em 28 de março de 2019



Para ajudar você a aplicar as técnicas de SEO em sua Landing Page e gerar mais Leads pelo canal de busca orgânica, preparamos este guia com dicas e exemplos de otimização.

Você já deve saber que SEO, a sigla para Search Engine Optimization (otimização para motores de busca, em português), é um conjunto de técnicas para o Google e outros buscadores entenderem que seu conteúdo é relevante para pessoas que estão buscando por determinadas palavras-chave.

No entanto, existem detalhes específicos para você prestar atenção. Por isso, para ajudar você a aplicar as técnicas de SEO para Landing Pages e gerar mais Leads pelo canal de busca orgânica, preparamos este guia com dicas e exemplos de otimização.

O que você ganha aplicando SEO para Landing Pages?

As duas métricas mais importantes para analisar em uma Landing Page são tráfego e conversão. Isso quer dizer que, para gerar Leads, você precisa atrair pessoas interessadas até a sua Landing Page e, depois que elas chegam, demonstrar o benefício da oferta rica para convencê-la a trocar seus dados pessoais pelo material oferecido.

Existem vários canais para divulgar sua Landing Page e atrair interessados, mas os motores de busca se destacam por um motivo muito claro: oferecer tráfego qualificado e no momento certo em que a pessoa está buscando pela informação.

Otimizar sua Landing Page – e não uma página do seu site ou blog – para estar entre os primeiros resultados do Google significa que o visitante precisará percorrer menos passos até converter e se tornar um Lead. Otimizar um artigo de blog pode ser ligeiramente mais fácil, mas oferecer diretamente um conteúdo rico pode aumentar bastante a sua taxa de conversão!

No exemplo acima, imagine que o termo dicas de Marketing Digital possui 1000 buscas por mês.

A taxa média de cliques para a primeira posição do Google supera os 30% e, para a segunda posição, chega a pouco mais de 15%:

seo para landing pages

Isso significa que essa Landing Page tem potencial de gerar 300 visitas orgânicas mensais. Se a taxa de conversão da página for de 40%, são 120 Leads a mais, todo mês. 1440 Leads por ano!

Agora, imagine que esses 300 visitantes fossem para um artigo no blog e, ao final do artigo, houvesse um Call-to-Action para a Landing Page. No melhor dos casos, com 5% de taxa de clique no CTA, seriam 15 visitantes na Landing Page e apenas 6 Leads.

Em um ano, a diferença é que a Landing Page na primeira posição gerou quase 1400 Leads a mais.

Visitantes Leads
Artigo no Blog 300 6
Landing Page 300 120

 

Quando fazer SEO para Landing Pages é uma boa ideia?

Existem diversos casos indicados para aplicar SEO em sua Landing Page.

Se a Landing Page vai ficar no ar por muito tempo, é recomendado que você aproveite os efeitos do rankeamento do Google para atrair tráfego na cauda longa.

Páginas que ficarão públicas por mais de 3 meses já têm potencial para aparecer nos resultados de busca e portanto merecem uma atenção especial de SEO.

Mesmo que a palavra-chave em que você decidiu focar não seja de cauda longa, a ideia é usar o volume de buscas por mês para ganhar em geração de Leads de maneira recorrente e orgânica.

Para Landing Pages de Fundo de Funil (como pedidos de orçamento ou cupons de desconto) também é muito indicado otimizar, pois o visitante provavelmente chegará em um estágio avançado da Jornada de Compra.

Outra possibilidade interessante é se você já possui um artigo de blog entre as primeiras posições. Neste caso, por que não otimizar também sua Landing Page para ter dois resultados entre os dez primeiros? Isso aumenta as suas chances de atrair visitantes qualificados!

E aí, quer começar a otimizar?

Então confira a seguir as nossas dicas e melhores práticas de SEO para Landing Pages:

Dica 1: escolha bem sua palavra-chave

Tudo começa pela escolha de uma palavra-chave principal, relacionada à sua oferta rica, e isso depende da etapa da Jornada de Compra que é o foco da sua Landing Page.

Para atrair visitantes nas primeiras etapas, você pode acrescentar à sua palavra-chave termos como:

Caso o objetivo seja atrair visitantes que estejam considerando uma solução e prestes a decidir, a sugestão é ter em sua palavra-chave termos como:

Monitorando a palavra-chave no RD Station.

O ideal é fugir de palavras-chave muito genéricas (head tail) porque a competição pelos primeiros lugares costuma ser mais difícil. Repare no exemplo anterior, da Resultados Digitais: dicas de Marketing Digital certamente é mais fácil de rankear do que apenas Marketing Digital. Para termos genéricos, artigos bem completos e explicativos no blog continuam sendo a melhor opção.

Leia também: Links patrocinados: tudo o que você precisa saber.

Dica 2: crie um bom snippet

Fragmento e recorte são duas boas traduções que explicam o que é um snippet.

A ideia do snippet é apresentar na página de resultados de busca um recorte objetivo do conteúdo de cada resultado:

Snippet otimizado para SEO

Os três elementos principais de um snippet são:

Nem todos os elementos do snippet são fatores que ajudam sua página a rankear. No entanto, ele tem um papel importante na taxa de cliques que sua página vai receber. Um bom snippet deve ser ao mesmo tempo convidativo e objetivo a respeito do conteúdo que o visitante encontrará na página.

seo para landing pages

Título (Page Title)

Embora não seja uma obrigação, é altamente recomendado que você utilize a palavra-chave no título, de preferência no início. Além de ajudar sua página a ganhar relevância em relação à busca, também é uma forma de ser explícito a respeito do conteúdo da sua Landing Page.

Outro ponto importante é que a partir de 60 caracteres, os títulos são cortados e ganham reticências no snippet. Mantê-lo abaixo desse limite garante que o público vai vê-lo por inteiro, o que pode aumentar sua taxa de cliques na página de resultados.

Leia também: Processo de vendas: o que é e como montar um para sua empresa

URL

Usar a palavra-chave na URL também é um fator importante de rankeamento.

E, assim como o título, a URL também tem um limite de tamanho: ficar abaixo dos 76 caracteres evita as reticências e pode impactar na taxa de cliques.

Meta Description

A Meta Description, ao contrário dos elementos anteriores, não é um fator de rankeamento. Teoricamente, usar a palavra-chave nela não ajuda o Google a priorizar sua página.

Por outro lado, continua sendo recomendado o uso da palavra-chave, principalmente porque o Google dá um destaque para ela, em negrito. Isso estimula o clique dos usuários, além de lhes garantir que a página possui o conteúdo pelo qual eles estão buscando.

Novamente, sugerimos ficar abaixo dos 156 caracteres.

Dica 3: trabalhe seu conteúdo no contexto da Landing Page

No conteúdo da sua Landing Page, é importante utilizar a palavra-chave, principalmente no cabeçalho e pelo menos uma vez no conteúdo. A frequência recomendada é de 1 a 3 ocorrências da palavra-chave (ou uma variação dela) a cada 100 palavras de conteúdo.

Mas não abandone o foco em conversão! É importante que o conteúdo responda à busca realizada pelo usuário. Sua Landing Page está oferecendo algo que confirma para o seu visitante que o que ele está buscando será encontrada na sua oferta rica?

Por isso, na dúvida entre o uso exato da palavra-chave ou um conteúdo fluido e que faça sentido, prefira sempre o segundo. A experiência do usuário vem antes de tudo!

Por último, talvez você tenha visto pesquisas sobre a importância de conteúdos longos para ter bom ranking no Google: 700, 1000, 2000 palavras. Para Landing Pages, não é recomendado aplicar esse critério, pois ele pode prejudicar sua taxa de conversão!

São tantos os critérios que ajudam uma página a rankear que você pode até deixar este de lado, e ainda assim ter resultados satisfatórios.

Você pode precisar fazer: Planejamento de Marketing Digital

Dica 4: dê uma atenção especial às imagens

É essencial usar em sua Landing Page uma imagem principal que tenha grande apelo de conversão. Se possível, o foco deve ser no benefício que a oferta rica trará ao seu visitante.

Invista um tempo na procura por uma boa imagem, que tenha uma combinação de cores agradável.

Nas suas imagens, não podem faltar os Textos Alternativos (Alt Text). Na imagem principal, também é recomendado usar a palavra-chave no texto alternativo, por ser um fator que ajuda no rankeamento da sua página.

Por último, vale um cuidado especial com o tempo de carregamento da imagem: quanto mais rápido, melhor. Uma dica é usar ferramentas como JPEGmini e TinyPNGpara compactar suas imagens para a web, sem perder qualidade. Páginas que demoram demais para carregar costumam ser penalizadas pelo Google, e imagens muito pesadas são grandes vilãs do tempo de carregamento.

Dica 5: use templates amigáveis para dispositivos móveis

Desde 2015, o Google deixa claro que buscas feitas pelo celular superaram as buscas feitas no desktop nos principais países. Como uma das maiores premissas do Google é entregar uma experiência positiva para seus usuários, naturalmente páginas responsivas para celulares e outros dispositivos móveis são priorizadas.

Por isso, se o seu foco é SEO, é imprescindível usar templates de Landing Pagemobile-friendly (ou seja, adaptadas para dispositivos móveis).

Dica 6: tome cuidado com a taxa de rejeição!

O Google utiliza a Taxa de Rejeição da página para definir sua relevância. Se o visitante clica em um resultado de busca e não encontra o que procurava, rejeitando a página, o Google entende que aquela página não é relevante para aquela palavra-chave e diminui seu ranking.

Isso significa que investir na taxa de conversão da sua Landing Page também é investir em SEO. Existem várias técnicas para melhorar taxas de conversão, mas de maneira geral, procure responder às seguintes perguntas:

Apenas pensando nesses pontos, já é possível melhorar sua conversão e, portanto, diminuir a taxa de rejeição da sua Landing Page, ajudando a rankeá-la melhor nos buscadores.

Dica 7: mantenha sua Landing Page no ar

Na introdução deste artigo, recomendamos otimizar Landing Pages para SEO apenas quando elas ficarão mais de 3 meses no ar, afinal, o Google pode demorar para indexar seu conteúdo.

Por outro lado, por que tirar sua Landing Page do ar depois que a oferta venceu?

Você pode aproveitar a URL da sua Landing Page sazonal para divulgar outro conteúdo rico, preferencialmente, ou levar seus visitantes para o seu site ou blog.

Por exemplo: você divulgou uma Landing Page com um cupom promocional para a Black Friday.

Depois do evento, você pode trocar por uma Thank You Page com o mesmo endereço de URL, falando sobre o sucesso da Black Friday na sua loja e preparando para promoções ainda melhores no ano seguinte.

Ou então, mantenha a Landing Page com formulário para os visitantes se cadastrarem para receber, antes de todo mundo, as ofertas do ano que vem. Assim, você continua gerando Leads o ano inteiro!

Essa prática mantém os motores de busca indexando seu endereço. No ano seguinte, pode ser mais fácil conquistar visitas (e Leads!) por esse canal.

Leia também: O consumidor está mais preparado, o que fazer?

Dica 8: conquiste links e acumule autoridade

Além das técnicas de SEO on-page (realizadas na própria página), os links continuam sendo um dos principais fatores de rankeamento em motores de busca.

Quando você oferece links, você dá um pouco de autoridade para as páginas que está linkando. Por outro lado, quando recebe, você ganha um pouco de autoridade.

As Landing Pages podem se aproveitar disso, porque a ideia é que elas não tenham links para outras páginas. O único lugar onde o visitante deve clicar é o botão de conversão, depois de preencher o formulário!

Com isso, as Landing Pages têm uma tendência de acumular autoridade.

Dica 9: estimule o compartilhamento nas redes sociais

É verdade que não existe nenhuma evidência de que o compartilhamento de uma página nas redes sociais seja um critério de rankeamento em motores de busca. Na verdade, o Google já negou explicitamente que esse fator seja considerado.

Mas divulgá-las nesse canal pode ajudar indiretamente com a conquista de links e com a prova social (social proof) – quanto mais gente aprova, compartilha e divulga sua Landing Page, mais argumentos você tem para comprovar a novos visitantes que a oferta rica é de qualidade.

Portanto, não deixe de incluir os botões de compartilhamento nas redes sociais em sua Página de Agradecimento (Thank You Page).

Conclusão

As regras de SEO para Landing Pages são realmente mais específicas. Alguns fatores podem ser ignorados e outros ganham uma importância ainda maior.

Seguindo as dicas deste artigo, certamente suas Landing Pages se tornarão mais competitivas na briga pelas primeiras posições nos resultados de busca.

Conforme você adquira mais domínio das técnicas de SEO, às vezes você pode deixar de lado algum fator que parece importante, mas que não é relevante para a sua Landing Page. Não tem problema: se você tiver segurança do que está fazendo, siga em frente!

Fonte: Resultados Digitais

Conheça as Soluções de Marketing Digital da Edeal: 

Vamos conversar?

captcha


Voltar para todas as postagens